PORTAL

Dada como morta, jovem tem sinais vitais na hora de retirada de órgãos

A família da jovem Glenda Marçal, de 24 anos, descobriu que ela estava viva após ter sido dada como morta em um hospital de Curitiba, Paraná. Ela sofreu um acidente de carro no dia 16 de dezembro e teve o óbito confirmado no dia 31.

A família chegou a autorizar a doação de órgãos e na sala de cirurgia, os médicos que realizariam os procedimentos notaram que a jovem ainda tinha sinais vitais. Ela está internada em estado crítico na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).
A direção da unidade de saúde ainda não se pronunciou sobre o assunto. A família disse acreditar que a vida de Glenda foi um milagre e que esperam uma recuperação.
.
DESTAQUECZ com R7
Compartilhe esta notícia :

Siga-nos pelo email

Seguidores

 
Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. DESTAQUE CZ - Todos os Direitos Reservados
Web Design Heraciel de Souza
Proudly powered by Blogger